A História da Balluff

Uma história impressionante: da bicicleta à parceira da indústria automotiva.

Bicicletas, motocicletas e máquinas de costura são o ponto de partida de uma história com mais de 90 anos de sucesso. Em 1921, Gebhard Balluff abre uma oficina mecânica que se torna, pouco tempo depois, uma fabricante de peças de precisão, torneadas e fresadas. No início da década de 1950, a Balluff começa a fabricar interruptores de came, conforme as especificações e desenhos da indústria Heller, necessários para os recém-desenvolvidos controles elétricos para máquinas-ferramenta. Em 1956, a partir deste, foi desenvolvido o interruptor de limite eletromecânico patenteado: o início de uma nova era para a Balluff como parceira da engenharia mecânica.

Em 1968, é iniciada a produção do interruptor indutivo de proximidade BES. Em 1978, são acrescentados os interruptores óticos BOS. Um ano depois, o portfólio de produtos é ampliado com os mecanismos de comutação controlados por microprocessador em conexão com o encoder de ângulo. Os encoders de rotação BRG começam a ser produzidos em 1980, os sistemas de identificação BIS em 1984 e o transdutor de deslocamento transsonar BTL, em 1987. A diversificação continua. Hoje a Balluff GmbH oferece um completo portfólio de produtos para todas as áreas da automação.

Em 1971 é fundada a primeira subsidiária na Áustria. Em 1980 é estabelecida a Nihon Balluff no Japão e, em 1981, a Balluff Inc. nos EUA. Além disto, foram estabelecidas outras estações no Brasil e na Hungria em 1983 e em Cingapura em 1989. Um passo decisivo para seu crescimento foi a construção de uma fábrica na Hungria, em 1989, que elevou para 500 o número de colaboradores, fabricando produtos padrão, grandes séries e os módulos que garantem a competitividade nos mercados internacionais.

Com o decorrer dos anos, outras instalações foram acrescentadas. tais como a fundação de um escritório de serviços em Xangai (República Popular da China (1994) e o estabelecimento de subsidiárias na Suíça (1995), na Itália (1996), Grã-Bretanha (1997), Polônia (1998), Canadá e Austrália (1999). E no início do novo milênio, a Balluff se tornou uma companhia limitada, incorporando as unidades da França e a Coreia do Sul ao Grupo Schweiz Hy-Tech Balluff. Nos anos seguintes são estabelecidas subsidiárias no México (2001), nos Países Baixos e na Suécia (2002), na China e na Bélgica (2003), na Espanha e na China (2004), bem como na capital da Federação Russa em Moscou (2005). Em 2007, é fundada outra subsidiária no Japão e Em 2007, a Balluff GmbH assume a fabricante de sensores capacitivos SIE de Viernheim e, em 2012, complementa sua competência técnica na tecnologia de medição de deslocamento com a aquisição da High Resolution, de Kirchheim/Neckar.

As ampliações da matriz, desde sua fundação, culminaram, em 2006, com a implementação de um ambicioso projeto que absorveu investimentos da ordem de 8 milhões de euros, consolidando a Balluff na Alemanha e reafirmando sua atuação global com performance tecnológica apta a enfrentar os desafios do mercado mundial.

Importante ressaltar que na Balluff, hoje com 3.000 colaboradores localizados em mais de 50 países, expansão também significa o desenvolvimento de seus colaboradores e jovens talentos, que ali têm a oportunidade de receber treinamento, capacitação e aperfeiçoamento, inclusive em escolas e entidades parceiras.