Identificar em ambientes industriais por meio de leitores RFID e de códigos de barras

Com os sistemas industriais de identificação, você assegura, em uma produção automatizada, que as peças corretas cheguem na quantidade correta, no momento correto e ao destino correto – por ex. em operações de Asset-Tracking, no controle da produção ou na logística interna. Os sistemas garantem a qualidade e ajudam você na redução de custos.

Se você quiser identificar, de modo inequívoco, um objeto na produção para fins de controle de fluxo de materiais, esse objeto precisa de um portador de dados. Este pode ser, por ex., uma etiqueta RFID ou um código de barras.

Durante o movimento do objeto com o portador de dados ao longo da fabricação, em qualquer ponto onde o objeto deve ser identificado, um equipamento apropriado pode ler os dados (por ex. um número de série) a partir do portador de dados. Esses dados são enviados para uma unidade de avaliação que, por sua vez, os envia para um CLP, um PC ou uma plataforma de TI em um nível superior. Então, os dados podem ser usados para tomadas de decisão sobre produção ou qualidade.

Basicamente, existem duas tecnologias disponíveis para identificação: RFID, identificação por radiofrequência, que opera com ondas de rádio, e o leitor de código de barras, que tira fotos e as analisa com auxílio de um software.

 

Tecnologias de identificação

RFID

Existem sistemas RFID para as faixas de frequência ultra alta (UHF), alta frequência (HF) e baixa frequência (LF). Eles consistem basicamente em três componentes: Portador de dados (para armazenamento de dados), cabeça de gravação/leitura ou antena (para transmissão de dados) e unidade de avaliação (para comunicação de dados).

  • O UHF oferece comunicação com portadores de dados a distâncias de até 6 m e leitura simultânea de vários portadores de dados (Multi-Tagging).
  • O HF, devido à sua alta velocidade, permite o acompanhamento de peças nas proximidades em até 400 mm. Existem portadores de dados com as mais variadas características (por ex. para temperaturas elevadas, com ampla memória e para montagem sobre metal).
  • Portadores de dados na banda LF são indicados para condições difíceis, por exemplo, com entornos metálicos. Por esse motivo, são utilizados frequentemente na identificação de ferramentas.

Leitor de código de barras

Leitores de código de barras leem códigos de barras 1D e 2D. Seu alcance varia entre alguns poucos milímetros e vários metros.

Produtos indicados

Antena e processador de um sistema RFID de UHF

Antena e processador de um sistema RFID de UHF para leitura e escrita através de grandes distâncias

Processador de um sistema RFID

Processador, independente da frequência, de um sistema RFID para a utilização de várias cabeças de leitura/escrita ou antenas

Cabeças de Leitura/Escrita e portadores de dados

Cabeças de Leitura/Escrita e portadores de dados em diferentes formas de construção, conforme os requisitos do usuário

Handheld-Reader móvel

Handheld-Reader móvel para leitura de códigos de barras 1D e 2D

Visão geral dos temas:

Rastreamento de ativos – Rastreamento econômico com RFID e leitores de código de barras

Work-in-Progress – Monitoramento da produção de uma montagem automatizada com RFID

Logística interna – controle o fluxo de materiais em todos os setores com o RFID

E-Kanban – Assegure o abastecimento de materiais na linha de produção com o RFID